Os profissionais da área técnica já sabem. Então, vou dar sete dicas e um spoiler para você que atua com Tech Recruiting, Employer Branding/EVP ou Marketing e que ainda está na dúvida sobre participar da #BrazilJSConf2019 e demais eventos da BrazilJS:

1 – JavaScript é a linguagem de programação mais utilizada no MUNDO e está em toda parte. Sabe aquelas vagas de Angular, React, Vue e Node? Sim, são todas frameworks JS. 

2 – Com Javascript, devs conseguem desenvolver Back-end, Front-end, Mobile e Banco de Dados NoSQL usando uma única linguagem, sem a necessidade de aprender outras. A curva de aprendizado é, relativamente, curta.  Além disso, JS tem múltiplas aplicações: Web, Mobile, Inteligência Artificial, Machine Learning, Base de Dados, Robótica, estudos neurais. Aproveitando, um dos mais renomados Devs JS do mundo está vindo diretamente da Suécia para um workshop de machine learning – redes neurais com Javascript. Dá uma conferida, pois restam pouquíssimas vagas: https://braziljs.org/eventos/workshop-mattias-petter-johansson/2019/)

3 – Javascript tem uma das maiores Comunidades Open Source do MUNDO. Sim, do mundo inteiro. Ou seja, tem muita gente estudando e trabalhando para manter/evoluir a linguagem. Pode pesquisar porque a maior parte dos cursos e workshops gratuitos ou de programas de impacto social são de Front End (utilizando Javascript, HTML e CSS que é o padrão mínimo/básico da web).

4 – É o maior evento do planeta que trata da tecnologia mais utilizada do MUNDO. Ele ocorre em Porto Alegre (RS), nos dias 23 e 24 de agosto, com palestrantes do mundo todo. Tem gente da Austrália, EUA, Suécia, Índia, Nigéria e claro, grandes destaques da comunidade web/dev brasileira.

5 – Quem vai: a BrazilJS Conf reúne realmente a Comunidade Dev – pessoas que constroem e contribuem com a Web e projetos Open Source (quem está com a “mão no código”). É a circulação de profissionais de todos os perfis e níveis para que, no mínimo, você possa fazer bastante networking. São essas quase 3000 pessoas que estarão presentes no nosso evento nos 3 dias (22 tem uma super programação também, confere lá).

6 – Acesso: você não vai encontrar no Brasil evento de porte internacional como este com o valor de ingresso acessível e que segue rigorosamente a lei da meia entrada. Produzir um evento com conteúdo inédito, relevante e exclusivo é a parte mais desafiadora do nosso trabalho – e levamos isso tudo muito a sério!

7 – Diversidade: falando em assunto sério, não podemos deixar de tocar neste tópico que está em nossa missão: levar conteúdo exclusivo, original, relevante e de qualidade para toda a comunidade no Brasil. Por meio de eventos, artigos, notícias e vídeos, buscamos unir comunidade e mercado, tendo a diversidade como um dos pilares em todas as iniciativas. 

Há aproximadamente cinco anos estamos trilhando nossa jornada de Diversidade. Seja levantando a pauta, as discussões a outros espaços, seja praticando. Desse aprendizado temos tirado grandes e importantes lições, ou seja, estamos no caminho certo e não vamos parar.

Uma das ações mais concretas para tornar o nosso trabalho mais efetivo nesse aspecto é a minha própria vinda: sou originalmente da área de RH, com 14 anos de trabalho no ecossistema de TI. Leu bem? Vim do RH e cá estou para ser a representante oficial da empresa no Brasil e no mundo. Sim, esse é meu papel como Community Manager aqui na BrazilJS: ser a pessoa que estreita, conserta, desfaz e, principalmente, ajuda a construir o caminho para o bom relacionamento entre Comunidades, Empresas e Nós mesmos. Cá entre nós, o melhor trabalho do mundo.

Daí para criar e liderar uma área especificamente voltada para Diversidade, foi natural. Porque embora estejamos dando passos muito concretos rumo a transformações necessárias e que deveriam ser naturais como a própria evolução tecnológica, ainda temos bastante coisa para fazer: nossa árdua tarefa passa por aumentar a quantidade de mulheres que contribuem com nossa plataforma (Olha o projeto Code Like a Girl aí: https://github.com/braziljs/CodeLikeAGirl), mais pessoas negras, com deficiência e diversas em gênero participando dos nossos eventos em posição de protagonismo. Além disso tudo, nosso radar está explodindo em acessibilidade e segurança digital. Chegaremos lá, especialmente se pudermos contar com parceiros.  

Code Like a Girl São Paulo

E TEM MUITO, MUUUUUUITO MAIS!

Vou dar um super spoiler aqui que a galera ainda não sabe, mas acho que pode influenciar na sua tomada de decisão. Na Conf deste ano, atendendo a pedidos, teremos nosso Lounge de Comunidades. Está na programação do espaço um slot para todas as empresas expositoras que tenham grupos/comitês de Diversidade possam falar para o público sobre suas ações relacionadas ao tema. Podem ser ações, projetos, cases, desabafos.

A expectativa é que seja um momento real de conexão (e exposição) sobre o que sua empresa está fazendo (ou tentando) . A participação obviamente é voluntária, mas a oportunidade é imperdível!

Que tal ser uma empresa parceira da Diversidade da BrazilJS? Pense nisso como estratégia de negócio a longo prazo e não uma ação pontual. Você vai perceber o resultado. 

Bem, finalizo por aqui meu textão. Resolvi fazê-lo porque interajo de diversas formas diferentes com profissionais dessas áreas e, muitas vezes, percebo que há uma desconexão, parece que ninguém explica direito porque você tem que investir nisso. Como vai medir o ROI? O que vai usar de métrica para saber se valeu ou não? Quantos currículos você vai receber? Quantas pessoas vão acessar seu site? Será que vai valer dispensar o dia de trabalho da galera para liberá-los para irem ao evento? Ou pedir para compensar? Você tem que pensar e criar uma métrica diferente para aquilo que é diferente.

São muitas perguntas. E sabe de uma coisa? Não tenho as respostas, tampouco as garantias formais que sei que você precisa ouvir. Mas há uma garantia que eu posso te dar, a BrazilJS Conf é um evento único. No formato. No clima. No contexto. No público. E você só vai saber se participar. Aliás, qual foi a última vez que você participou de um evento fora do do balcão do estande? Circulou, conheceu efetivamente as pessoas, ouviu uma palestra sobre uma sopa de letras que tu não entendeu nada, mas valeu para puxar assunto com alguém do lado? Pensa nessa possibilidade. Na BrazilJS, ela é real.  

Topa fazer diferente com a gente? Escreva para mim e diga o que pensou sobre isso tudo. Eu não vendo nada, mas te ajudo a pensar sobre o posicionamento da tua empresa.

Porque, no fim, não é sobre tecnologia. É sobre pessoas.

Abraços e beijos, vejo você na BrazilJS Conf 2019!

Andreza Rocha Community Manager & Diversity Advocate

Agradecimento especial a incrível Gláucia Lemos por esse texto aqui: https://medium.com/womakerscode/top-5-linguagens-para-2019-28df8aee7d10

Autor(a)

Andreza Rocha
Posts