Fortemente marcado pela presença masculina, o setor da tecnologia acaba afastando as pessoas que dariam diversidade ao mercado. A pluralidade de vozes é fundamental porque o desenvolvimento de software e equipamentos acompanha as mudanças da sociedade, portanto nada mais importante do que compreendê-la em seus mais variados aspectos. Uma pesquisa conduzida pela Girls Who Code revelou que muitas mulheres jovens adiam a entrada no mercado porque têm experiências negativas logo nas seleções para estágio – boa parte das entrevistadas também fez referências a episódios vividos por outras mulheres, mas que chegaram até o conhecimento delas. Entre os exemplos estão perguntas, nas entrevistas, baseadas em gênero, observações inadequadas e uma perceptível falta de diversidade na empresa onde pretendiam trabalhar – esse traço ficava nítido enquanto conversavam com os profissionais responsáveis pela seleção. Foram entrevistadas mais de mil jovens universitárias em mais de 300 escolas americanas. Matéria veiculada pelo Wired conta que o comportamento descrito pelas entrevistadas na pesquisa é alarmante, já que a média de idade delas é de 19 anos, enquanto os entrevistadores geralmente são homens adultos que têm algum controle sobre o acesso das jovens às oportunidades. “A  tecnologia resolveu alguns dos maiores desafios do mundo, mas não quebrou o mais próximo de casa: a cultura tóxica e sexista no local de trabalho”, afirmou ao site a fundadora do Girls Who Code, Reshma Saujani. Por saber que esta também é uma realidade brasileira, a BrazilJS tenta promover, cada vez mais, um ambiente de inclusão. Confira nosso código de conduta e venha para o debate sadio e necessário nas nossas redes sociais. Vamos crescer juntos.

Girls Who Code é uma organização sem fins lucrativos que educa e apoia meninas que estudam ciência da computação. São 30 mil alunas com idade universitária e 17 mil prestes a entrar na faculdade. O estudo foi feito com jovens da rede Girls Who Code que estudam ou estudaram ciência da computação e áreas afins.

Autor(a)

Time de redação de conteúdos exclusivos da BrazilJS.
É um time diverso, focado e dedicado a trazer o melhor do mundo da Tecnologia e Desenvolvimento Web com a curadoria BrazilJS.