Inclusão não é só um discurso bonito para se aproguear nas redes sociais e parecer engajado. É algo que vai além da teoria. Colocar em prática medidas para acabar com desigualdades é o jeito mais adequado de amenizar a exclusão. Sabendo disso, a BrazilJS vai oferecer intérprete de libras para a conferência que ocorre em 23 e 24 de agosto em Porto Alegre, no BarraShoppingSul.

Todas os speakers do eventos terão suas falas traduzidas simultaneamente em libras, sejam em inglês ou português.

De acordo com a Andreza Rocha, community manager e líder de diversidade da BrazilJS, trabalhar com tradução para a linguagem de sinais é um desejo antigo da organização. E a parceria com a ThoughtWorks, uma consultoria global em tecnologia de informação atua em ações com foco em diversidade, permitiu que isso fosse materializado agora.

— É importante salientar que esse tipo de acessibilidade é um anseio nosso para este e para o próximo ano, tanto na conferência quanto em outros eventos da BrazilJS. Estamos sempre em busca de parceiros para essas iniciativas. Está no nosso radar melhorar e trabalhar para que isso seja cada vez mais uma constante, não só uma ação pontual. A ideia é que a gente possa desdobrar isso para o on-line também, mas um pouco mais a médio prazo.

O objetivo é que, cada vez, a BrazilJS tenha um público diversificado. Queremos você compartilhando experiências conosco, independentemente de cor, gênero, religião ou necessidades especiais. 

Vamos, juntos, derrubar barreiras!

Acompanhe a BrazilJS nas redes:

No twitter: @braziljs

No instagram: @brazil.js

E também em facebook.com/braziljs

Autor(a)

Time de redação de conteúdos exclusivos da BrazilJS.
É um time diverso, focado e dedicado a trazer o melhor do mundo da Tecnologia e Desenvolvimento Web com a curadoria BrazilJS.