Este sábado, 19 de outubro, é o nosso dia, o do Profissional de TI. E quem trabalha na área deve comemorar a data, porque o cenário é promissor e aponta crescimento tanto em postos de trabalho quanto em investimentos das empresas no nosso segmento.

A transformação digital funciona como uma mola propulsora para este fenômeno. Vamos aos dados: segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o valor destinado à TI no Brasil, entre 2019 e 2022, deve alcançar a soma de R$ 345,5 bilhões.

Parte desse dinheiro irá para remunerar os profissionais, inclusive em novas vagas. A mesma Brasscom aponta uma demanda de 420 mil trabalhadores entre os anos de 2018 e 2024, o que equivale a cerca de 70 mil por ano. Eles se somarão a uma comunidade de 845 mil pessoas no país, e falamos apenas das que estão empregadas em TI. 

Dessa turma, 42% estão em São Paulo, 18,5% nos estados do Sul e 16% no Rio de Janeiro e em Minas. Sinal de que ainda é preciso trabalhar para a inclusão de outros centros do Brasil, como Norte e Nordeste, hoje com menor percentual de mercado de trabalho.

Para Aline Bastos, FrontEnd Developer na Warren, a questão de gênero também deve ter importância nesse contexto de valorização.

“Ainda não somos profissionais devidamente reconhecidos do jeito que deveríamos ser. E mulher é mais difícil ainda. Perguntam mesmo: ‘o que tu faz?’ ‘Eu sou de TI, desenvolvedora’. É uma data muito importante principalmente para as mulheres comemorarem, lembrarem e mostrarem que é nossa profissão”, diz.

E a qualificação profissional será chave nesse processo de crescimento do mercado de TI. Um levantamento da escola de negócios Tera, com 980 pessoas, em 2018, ilustrou os conhecimentos técnicos mais procurados pelo mercado. Dá uma olhada:

51% – Análise estatística e de dados

44% – Machine learning e inteligência artificial

33% – Gestão de produtos digitais

11% – Middleware e integração de software

11% – Sistemas e gestão de armazenamento

10% – Programação para celulares

Abaixo de 10%: redes e segurança da informação, desenho de algoritmos e linguagens Perl, Phyton e Ruby.

Ou seja, o que não falta são espaço e oportunidades para o crescimento da comunidade de TI. Para 2020, portanto, a tendência é de que o nosso 19 de outubro seja ainda mais promissor.

Autor(a)

Time de redação de conteúdos exclusivos da BrazilJS.
É um time diverso, focado e dedicado a trazer o melhor do mundo da Tecnologia e Desenvolvimento Web com a curadoria BrazilJS.