Mesmo com a função de geolocalização desabilitada, o Facebook admitiu que coleta dados de localização de cada um de seus usuários. A empresa alega “razões de segurança” e também “objetivos publicitários” para adotar tais medidas. 

Em carta datada de 12 de dezembro enviada ao senador democrata Chris Coons e ao republicano Josh Hawley, do Congresso americano, a rede social diz que, sem a ativação dos serviços de localização, ainda pode saber onde o usuário está com base em informações que ele e outros fornecem através de suas atividades e conexões com “nossos serviços”. 

O documento é resposta ao requerimento sobre práticas de localização enviado pelos senadores ainda em novembro ao Facebook. A carta foi divulgada no perfil de uma repórter do jornal americano The Hill, no Twitter, no último dia 17, e compartilhada por Hawley. 

De acordo com as explicações dadas pelo Facebook, a coleta de dados de geolocalização é feita por três maneiras: pelo compartilhamento autorizado na plataforma (quando o usuário consente em repassar essa informação), por atividades como check-in ou marcação de amigos (mesmo que o usuário não tenha habilitado o repasse da localização) e pelo endereço IP. 

Ao ingressar na rede social, a pessoa tem a opção de autorizar a coleta de sua localização por GPS, fornecendo dados em tempo real ao aplicativo. Mesmo se desativar essa função, ainda assim o Facebook consegue obter dados a partir das atividades do usuário, como na confirmação em eventos, na marcação de fotos de amigos ou na localização publicada junto a imagens ou posts. Já por meio do endereço IP, é possível identificar a localização da pessoa sem precisão. 

O Facebook disse que trata essas informações com diferentes níveis de granularidade e que processa só dados brutos derivados do IP ou de outras redes de informação para quem não autoriza o serviço de localização em seu dispositivo – mesmo que uma localização mais granular pudesse teoricamente ser determinada a partir de um endereço IP. 

Autor(a)

Time de redação de conteúdos exclusivos da BrazilJS.
É um time diverso, focado e dedicado a trazer o melhor do mundo da Tecnologia e Desenvolvimento Web com a curadoria BrazilJS.