O Facebook lançou na última semana uma nova ferramenta open source. O objetivo do Hermes é acelerar o processamento, em dispositivos Android de baixo custo, dos aplicativos desenvolvidos com o React Native. A apresentação foi feita pelo engenheiro de software do Facebook Marc Horowitz, durante a Chain React 2019, nos Estados Unidos.

Na demonstração, Horowitz mostrou que um aplicativo feito usando React Native com Hermes pode levar a metade do tempo para carregar na comparação com a mesma aplicação desenvolvida sem o Hermes – no exemplo foram cerca de dois segundos de diferença. A ferramenta está disponível no GitHub e tem uma licença do MIT para que todos os desenvolvedores possam usar. 

Além disso, outros pontos importantes parecem ter sido otimizados pelo Hermes, como o tempo de interação, tamanho do arquivo baixado (APK) e memória utilizada no dispositivo. O conforto para baixar, instalar e usar o aplicativo, mesmo em um aparelho de custo mais baixo, é o caminho para fidelizar e manter os usuários conectados por mais tempo. 

Horowitz alertou que os desenvolvedores (e ele se inclui nessa lista) tendem a considerar os dispositivos mais recentes, mas a maioria dos usuários mundo afora ainda não. “Dispositivos Android comumente usados ​​têm menos memória e menos armazenamento que os telefones mais novos e muito menos que um desktop. Isso é especialmente verdadeiro fora dos Estados Unidos”, destacou.

A diferença do Hermes em relação a V8, Chakra e Node.js, por exemplo, é que ele não é voltado para navegadores ou servidores. Horowitz, inclusive, fez questão de salientar que o objetivo nunca foi competir nessas áreas.

Autor(a)

Time de redação de conteúdos exclusivos da BrazilJS.
É um time diverso, focado e dedicado a trazer o melhor do mundo da Tecnologia e Desenvolvimento Web com a curadoria BrazilJS.