A plataforma Meteor foi adquirida pela holding canadense de tecnologia Tiny, que também é dona de sistemas como Dribble, Flow e Unicorn Hunt. A tecnologia foi bastante popular nos primeiros anos após o lançamento, em 2011, mas nos últimos tempos dava alguns sinais de cansaço e foi superada pelos concorrentes.

Além de permitir a criação de aplicações front-end e back-end com JavaScript, o Meteor oferece o serviço de hospedagem Galaxy. Segundo o criador do sistema, Geoff Schmidt, o foco será direcionado integralmente ao Apollo GraphQL, plataforma para fazer o GraphQL rodar em escala. 

Em entrevista ao TechCrunch, Schmidt contou que estava em uma sinuca. “Nos encontramos em uma situação interessante, em que tínhamos dois ótimos produtos. Apollo começou a crescer tão rapidamente que a coisa certa parecia ser colocar nossas horas e dólares nisso”, comentou. 

A partir do entendimento de que Meteor e Apollo deveriam estar em mãos diferentes, optaram por vender o serviço para que ele “não ficasse faminto por recursos e tivesse o espaço necessário para crescer”, como definiu Schmidt. 

A Tiny, por sua vez, garante que vai continuar investindo no Meteor, no Galaxy e na comunidade de desenvolvedores. As empresas também afirmaram que vão trabalhar juntas na transição, o que chamaram de “associar o profundo conhecimento da Apollo sobre a plataforma aos ambiciosos planos da Tiny”.

Ainda não se sabe exatamente o resultado dessa mudança, mas a Tiny tem um histórico positivo no tratamento das empresas que adquire. Segundo Schmidt, grandes mudanças não devem ocorrer imediatamente, mas a expectativa em relação à satisfação dos usuários é grande. 

“Conversamos com muitos compradores mais convencionais, mas acabamos trabalhando com a Tiny por causa de seus fortes valores em design e comunidade”, afirmou. 

O fundador do serviço vê muita sintonia entre o que o público espera e a Tiny pode entregar. “No fundo, acho que o Meteor é sobre a experiência do desenvolvedor, a comunidade e a capacitação das pessoas para fazerem coisas que eles pensavam estar fora de seu alcance. Tiny é o grupo que achamos mais bem equipado para levar essa missão adiante”, finalizou.

Autor(a)

Time de redação de conteúdos exclusivos da BrazilJS.
É um time diverso, focado e dedicado a trazer o melhor do mundo da Tecnologia e Desenvolvimento Web com a curadoria BrazilJS.