Como o Jaydson disse na abertura da conferência deste ano, a BrazilJS nasceu pela comunidade e para a comunidade. Por isso, podemos dizer que ocorrem praticamente duas conferências: a física e a virtual, nas redes sociais. Exagero? Pois apenas nos dois dias da 9ª edição foram nada menos do que 520 mil impressões.

O Twitter, principal canal da comunidade, foi o ponto alto. Muita gente acompanhou a cobertura em tempo real, deu dicas, tirou dúvidas e trocou ideia com a comunidade por ali. Foram mais de 460 mil impressões e 5 mil interações – entre curtidas, respostas e retweets.

Os stories do Instagram continuam em alta. Foram mais de 100 mil visualizações durante os dois dias do evento. Ali a gente mostrou bastidores, encontros com palestrantes, patrocinadores e até tirou sarro de algumas situações. Afinal, a gente também se diverte! No feed tivemos mais de 2 mil curtidas só em posts sobre o evento.

O Facebook, embora tenha sido ignorado por muitos usuários, segue como um excelente canal. Ele foi responsável por mais de mil interações e um alcance superior a 27 mil. Somente o vídeo da abertura teve mais de mil acessos.

O mais curioso foi a abrangência do YouTube. As palestras foram acompanhadas de longínquos recantos da Terra, como Portugal, Estados Unidos, Índia, Alemanha, Reino Unido, Canadá, Suécia e Angola. No total daria pra contabilizar mais umas sete BrazilJS Conf somando apenas com a plateia do YouTube: foram mais de 14 mil visualizações. 

Por essas e outras a gente continua fazendo a maior (e melhor) conferência JavaScript do mundo!

Autor(a)

Time de redação de conteúdos exclusivos da BrazilJS.
É um time diverso, focado e dedicado a trazer o melhor do mundo da Tecnologia e Desenvolvimento Web com a curadoria BrazilJS.