Em um futuro não tão distante será possível converter motores a combustão em motores elétricos. Esse é o desafio que a WEG e a FuelTech assumiram recentemente, quando assinaram uma parceria tecnológica.

O acordo prevê investimentos e esforços conjuntos para desenvolver tecnologias e produtos que permitam essa mudança. A ideia é fazer os veículos de motores com combustão interna virarem veículos elétricos. 

A WEG é especialista em máquinas elétricas, especialmente para a indústria. Na parceria, cabe a ela fornecer o Powertrain, produto que já existe no mercado, além de motores e inversores para sistemas auxiliares. 

Já a multinacional brasileira FuelTech tem experiência no gerenciamento eletrônico de veículos de alta performance, inclusive em competições de automobilismo. Depois de criar uma divisão de Pesquisa e Desenvolvimento dedicada exclusivamente à eletrificação do automobilismo, a empresa busca agora inovar no setor de gerenciamento de propulsores elétricos – isso inclui o que ela já faz atualmente e a conversão de veículos de passeio.

Ao site da WEG, o diretor geral da FuelTech afirmou que o futuro do automóvel é ser movido por eletricidade. “Queremos usar nosso know-how e nossa rede global de instaladores elétricos para oferecer soluções eficientes, inovadoras e sustentáveis”, garantiu Anderson Frederico Dick.

O diretor-superintendente da WEG, Manfred Peter Johann, comemorou a ação. “Essa parceria com a FuelTech possibilitará o desenvolvimento de novos produtos a fim de tornar a conversão de carros com motor a combustão em elétricos uma realidade em um futuro próximo”, projetou.

Autor(a)

Time de redação de conteúdos exclusivos da BrazilJS.
É um time diverso, focado e dedicado a trazer o melhor do mundo da Tecnologia e Desenvolvimento Web com a curadoria BrazilJS.