Algumas dicas para quem quer começar uma Startup

Em:

Normalmente, as startups começam literalmente do zero e não dispõem do fruto de investidores logo no início. Às vezes, é necessário começar o seu negócio sendo bancado pelo seu próprio bolso.

Ainda que seja uma opção válida sustentar o seu próprio negócio, nem todos tem essa capacidade. Algumas vezes por falta de recursos (pessoas, lugares, dinheiro e tempo), outras vezes por ser – literalmente – mais difícil do que parece. Com frequência, alguns empreendedores de primeira viagem acabam encontrando dificuldades para obter financiamento sem antes mostrar algum resultado e/ou potencial sucesso do seu plano/produto.

Criar uma startup, e conseguir gerenciá-la é uma lição de trabalho pesada e que exige tamanha flexibilidade, porém que, em última análise, pode ajudar a acelerar o sucesso de uma empresa.

Você pode encontrar inúmeras postagens nas quais cada uma apresentará a sua versão de sucesso ou fracasso. A nossa ideia aqui é apenas apresentar algumas dicas de sobrevivência na viagem de criação da sua startup:

Vale lembrar que as dicas são genéricas e que devem servir para diferentes nichos, todavia não salvará ninguém do fracasso pelo mau gerenciamento. Esperamos que, com essas dicas, vocês possam aprimorar suas ideias e tenham sucesso nessa longa jornada de empreendedor!

Nada é impossível de aprender

Se você não sabe como fazer algo, procure aprender. Não tenha medo de aprender coisas novas; você vai se surpreender com suas habilidades. Aprender algo novo é essencial para quem quer se tornar um empreendedor. Afinal de contas, se você decidiu tornar-se um, já deve ter começado a estudar sobre – o que te torna um estudante/aprendiz.

Economia faz bem

Seja econômico, busque alternativas gratuitas e aplique-as sempre que possível. Escolha aquilo que é funcional ao longo do seu espaço e tempo. Começar por soluções gratuitas de Dropbox e Google Docs são exemplos simples de como você pode economizar. Lembre-se, ser extravagante quando não se tem recursos é como andar para trás e querer chegar na frente.

Tenha um plano de negócios

Algumas pessoas dispensam esses itens e, mais cedo ou mais tarde, irão enfrentar problemas com esse tópico. Ter um plano de negócios é fundamental para a criação de uma startup. Pesquise sobre a indústria na qual você está interessado antes de começar. E anote respostas a perguntas como:

  • Por onde eu devo começar?
  • Quem são meus concorrentes?
  • Existem quaisquer lacunas no mercado que eu consigo preencher com minhas soluções?
  • Quem são os meus clientes?
  • Do que os meus clientes precisam?
  • Onde eu quero chegar?

Evite terceirizar quando não houver necessidade

Essa pode ser uma dica perigosa, mas perceba que não estamos dizendo que você jamais deve terceirizar, estamos apenas salientando que se você tem o conhecimento e/ou o tempo para aprender a fazer o que precisa ser feito, terceirizar é um custo desnecessário.

Procure manter uma visão clara e coesa

Lembre-se, você tem um objetivo que é obter o máximo de interações possíveis para alavancar seu negócio. Enquanto você seguir sua visão, possivelmente será capaz de alcançar caminhos interessantes e conquistar aquilo que almeja.

Aceite que o “não” existe, mas não o aceite

Durante o começo, enquanto a startup é pequena, alguns vendedores e fornecedores não irão aceitar trabalhar com você. Mas não desista! Procure nas suas conexões pessoais por parceiros que possam ajudar o seu negócio a longo prazo. Isso certamente irá ajudar a obter os recursos que a sua startup precisa para entrar no ritmo das já existentes/concorrentes.

Lembre-se de que começar um negócio é difícil, mas de forma alguma é impossível. Com a quantidade certa de trabalho, a colaboração e a paixão por sua empresa, torna-se fácil de abrir mão de um espaço do seu tempo hoje para o bem de seu futuro. Enquanto o seu negócio fizer você querer pular para fora da cama de manhã e você estiver consciente sobre isso, você está no lugar certo para começar.

E você, já começou essa jornada? Tem alguma ideia, mas ainda não colocou em prática? Compartilhe conosco como foi ou está sendo sua experiência, nos comentários abaixo.

Nós desejamos a sua startup todo sucesso possível!

  • Um novo padrão para o objeto global no JavaScript

    O objeto global no JavaScript é, no mínimo, peculiar. Muitos novatos na linguagem acabam cometendo erros graves por não saberem exatamente como o objeto global funciona. Até mesmo programadores experientes em outras linguagens podem enfrentar dificuldades em entender e utilizar o objeto global. Vejamos o exemplo abaixo: function calc(x, y) { a = x + […]

  • JavaScript só é difícil para quem começa do fim

    JavaScript só é difícil para quem começa do fim. Há poucos anos, desenvolver web apps era muito fácil, por exemplo, usávamos PHP (ou qualquer outra linguagem server side, como Python ou Ruby), alguns ifs e fors e renderizávamos HTML facilmente. Só precisávamos conhecer HTML, CSS e uma linguagem server side. Vamos voltar no tempo e […]

  • O Training Center vai marcar presença na BrazilJS 2017

    O networking é uma parte importante dos eventos. Não é puxa saquismo ou tietagem, é conhecer gente diferente, que pensa e age diferente de você e pode te dar novos horizontes sobre algo que você pensa ou viu nas palestras.

Patrocinadores BrazilJS

Bronze

BrazilJS® é uma iniciativa NASC.     Hosted by Getup