Já é possível testar o Servo, novo browser engine da Mozilla

Por:
Em:

Desde o lançamento do Google Chrome, em 2008, não temos uma mudança tão impactante no mundo dos browsers. Obviamente muita coisa evoluiu (muita mesmo), ES2015 e ES2016 já estão aí, novas APIs, dev-tools, etc, mas nada tão revolucionário ao ponto de mudar drasticamente a indústria e a vida dos desenvolvedores e usuários.

As engines dos navegadores continuam a evoluir ano após ano, mas já podemos classifica-las como “bem maduras”, ou velhas mesmo. Grandes mudanças tecnológicas aconteceram na última década, e para ficar atualizado e tirar o real benefício destas mudanças, a Mozilla está investindo em um novo engine, o Servo.

Para se ter uma ideia, o Servo é desenvolvido com uma nova linguagem de programação, a Rust, também criada pela Mozilla, com o objetivo de usar o poder computacional existente nos dias atuais. Além de ser muito rápido, o Servo é mais seguro, usa melhor o paralelismo e é mais performático.

A Mozilla está liberando para teste os primeiros Nightly builds do Servo. Foi construída uma interface HTML (quase um browser) para facilitar os testes da comunidade. Já existem pacotes para Linux 64Bits e para macOS. Versões para Windows e Android estarão disponíveis em breve. Ainda não é possível testar o seu site (pelo menos eu não consegui), e sim apenas uma lista de sites que funcionam bem com o Servo.

No Mac, bastar adicionar o arquivo dmg para a pasta Applications e depois rodar o Servo. Testamos no Linux, e é bem fácil: Basta baixar o arquivo tar.gz, extrair os arquivos e executar o Servo:

tar zxf servo-latest.tar.gz
cd servo
./runservo.sh

Servo rodando

Veja um vídeo com o Servo em ação:

Ainda não da pra se ter uma noção real de todos os benefícios que teremos com o Servo, mas é muito legal ver a evolução do projeto e saber que em breve teremos grandes ganhos em performance e quem sabe entraremos em uma nova era de engines de navegadores.

Para saber mais sobre o Servo e sobre os Nightly builds, leia o post do time do Servo em: https://blog.servo.org/2016/06/30/servo-nightlies/. O pessoal do Tableless também fez um review bem bacana (em português) que vale dar uma conferida: http://tableless.com.br/mozilla-libera-primeira-compilacao-do-servo-o-seu-motor-de-renderizacao/

Cursos recomendados pela BrazilJS

    • Começando com Yarn

      Yarn é o novo dependency manager criado principalmente pelos devs do Facebook, mas com outros contribuidores de fora. Por quê? A moral por trás de um projeto precisa sempre ser a de solucionar algum problema. Reinventar a roda, na minha opinião, inclusive fere o paradigma da cultura Open-Source: pra que criar algo do zero, se […]

    • Simples aplicação real time com angular 4 e firebase, parte 3

      Terceira parte do artigo, nessa parte iremos fazer a ligação dos dados do angular com o firebase.

    • O que fazer e o que não fazer com TypeScript

      Este artigo apresenta algumas sugestões básicas sobre o que fazer e o que não fazer com *TypeScript*.

    Patrocinadores BrazilJS

    Gold

    Silver

    Bronze

    Apoio

    BrazilJS® é uma iniciativa NASC.